Não dá para viver sem poltronas. São elas que dão graça à decoração e contrastam com o restante dos móveis. Ou os complementam. Use boas e elegantes peças na ambientação da sua casa, mas fique atento às dimensões e saiba como usá-las corretamente. Veja as dicas:

 - Uma boa sala de estar deve ter pelo menos uma poltrona. Essa peça é que vai quebrar a linearidade dos estofados e criar um envolvimento entre os usuários do espaço. Explico melhor: imagine uma sala com apenas um sofá, voltado para uma televisão. Em uma reunião de amigos, todos que estiverem sentados estarão olhando para o mesmo ponto. Isso é péssimo e não cria entrosamento entre os convidados. Com apenas uma poltrona ao lado do sofá ou da TV, cria-se um círculo visual, o que facilita a comunicação entre as pessoas.

 - Se você tem pouco dinheiro, economize em alguns móveis, mas gaste em uma bela poltrona. Somente uma. Você vai ficar muito feliz quando chegar em casa e poder se sentar com conforto, tomar uma bebida ou simplesmente ler uma revista bem fútil. E para quem é fã de leitura, nada se compara a um poltrona gostosa, com braços generosos, para passar horas em frente a um livro. Recomendo!

 - Ainda para quem está com pouco dinheiro no bolso, tenho outra sugestão. Trocar o tecido de uma velha poltrona pode valorizar a decoração da sua casa. Uma simples troca como essa tem o poder de transformar um ambiente. Use estampas ousadas, que não precisam necessariamente combinar com outras peças da sala. Aliás, muita gente me pergunta se pode usar um tecido cuja cor não existe em nenhuma outra peça do ambiente. Claro que pode! Melhor ainda. Não é porque você tem um cadeira vermelha que as almofadas do sofá precisam ser vermelhas também. Melhor que não sejam. Apenas tome cuidado para que a combinação de cores funcione.

 - Poltronas são móveis ideais para design de forte impacto. Falo isso porque um sofá deve ser mais neutro e de linhas sóbrias. Senão enjoa. Mas uma poltrona pode ter um desenho inovador e chocante.

 - Atenção! Poltronas giratórias são ótimas em espaços pequenos, que precisam ser versáteis. Só tome cuidado com o design. Poltronas giratórias nem sempre são bacanas. Na verdade, a maioria delas é bem cafona.

 - No caso de salas pequenas, nada de colocar sofás minúsculos e poltronas que mal dão para uma pessoa. Se não há espaço em casa, melhor ter menos móveis. Compre um sofá médio e uma poltrona mais larguinha. Já que não cabem muitas pessoas na sua casa, melhor que as poucas que venha lhe visitar tenha o mínimo de conforto.

 - Cuidado com as dimensões. Uma poltrona não pode ser exageradamente grande se sua sala não comporta. É importante que as peças não atrapalhem a circulação de pessoas no espaço. Odeio ter que passar de lado para poder alcançar uma janela ou mudar de ambiente.

 - Adoro salas feitas apenas de poltronas. Privilégio ao conforto individual. Não gosto muito de ter que dividir sofá com outras pessoas. A gente fica sempre sem jeito, encolhido. E existem aqueles mais folgados, que vão exatamente para o meio do sofá, deixando pouco espaço nas pontas. Me irrita profundamente. Por esse motivo, quando vou a uma festa, vou logo me instalando em uma poltrona e só me levanto para pegar uma bebida.

 - Não escolha a peça apenas pelo visual. Nada pior do que uma peça linda e desconfortável. Design não é só beleza. É conforto, ergonomia, sustentabilidade. Se você vai comprar uma peça nova, lembre-se de que sentir-se bem nela é fundamental. Prefira poltronas com braços, com um bom encosto e tecido gostoso.

Confira a exclusiva linha de poltronas que você só encontra aqui na Wishhouse !!!

 

Fonte:http://casaeimoveis.uol.com.br/