As necessidades de consumo progrediram ao logo do tempo. Hoje, a tecnologia e aperfeiçoamento de máquinas têm transformado ambientes, negócios e os gostos dos clientes.

No caso do armazenamento de vinhos, a forma arcaica que era feito, mudou com o passar dos séculos.

Naturalmente tudo precisa evoluir, hoje dispomos de recursos mais interessantes e bonitos, que não somente servem para transformar ambientes, mas para dar suporte a várias garrafas dos melhores vinhos do mundo.

Todo e qualquer tipo de vinho que seja de qualidade, necessita de cuidado especial. Dependendo do ambiente, da temperatura e até da posição que você o guarda, ele pode ter seu sabor e aroma comprometidos.

As adegas climatizadas foram justamente criadas para dar suporte nesse armazenamento, de modo que a qualidade do líquido não fosse perdida. Anos atrás, as adegas eram construídas nos porões das casas, justamente por terem uma temperatura mais próxima da ideal.

E essas exigências não se dão apenas pelo fato de ser um eletrodoméstico mais prático, mas como já é sabido, o clima tem se aquecido cada vez mais, sendo assim, se torna difícil manter os vinhos com boa qualidade, caso não estejam sendo mantidos em temperatura recomendada.

As adegas climatizadas tem exatamente essa função de manter as bebidas em uma temperatura ideal, para conservar seu sabor, aromas e principais características.

Houve imenso crescimento do poder aquisitivo a partir da década de 60, em consequência, com casas cada vez menores, houve a necessidade de adaptação com uma nova modalidade de adega, para que os vinhos não fossem perdidos.

Com o progresso da tecnologia, as adegas climatizadas foram criadas, atendendo a quantidades possíveis de guarda de garrafas, além de modelos mais simples ou sofisticados, atendendo justamente as necessidades e solicitações do mercado de vinho.

Muitas vezes, por haver tanta oferta quanto às adegas de vinhos, o consumidor pode ficar indeciso. Por isso vale a pena, tomar nota de alguns detalhes essências.

O vinho deve estar armazenado em adegas que permitam conceder temperatura estável, entre 12°C e 14°C. A umidade deve atender os 65% com relação ao ar.

O valor da adega não é o mais importante e sim ao que ela oferta ao cliente. As melhores adegas possuem sistema de travamento, sensor de porta aberta, tamanho ideal para quantidade de garrafas necessárias, controle de temperatura, compressor inteligente; baixo ruído, painel em Led, e cores que combinam com diversos ambientes onde se deseje colocá-la. Como é o caso das adegas Art des Caves.

Custo-benefício é outro fator, afinal, em alguns modelos mais sofisticados pode-se pagar mais, enquanto em outros mais simples e com suporte diminuído de armazenamento, se paga menos, mas o fundamental é analisar bem todas as opções e preferir a adega de vinhos que mais atende as suas especificações e rotina. Um exemplo disso é quando o cliente costuma ter em casa mais de 200 rótulos, ou seja, não se pode comprar uma adega que só comporte o armazenamento de 150.

Uma variedade de adegas climatizadas você só encontra aqui na Wishhouse!!!

 

Fonte: http://blog.artdescaves.com.br/